Amido de Mandioca

Amido de Mandioca Descrição do Processo:


Despejo de Raízes e Limpeza
As raízes são dirigidas a máquinas de limpeza para serem limpas através da esteira transportadora. A maior parte da água vem de processos de circulação de água. Após a taxa de descasque ficar acima de 85%, o material é enviado para a seção de corte & raspagem. A água de lavagem juntamente com as impurezas são descarregadas nos tanques de descanço. A água decantada será reciclada de volta para a máquina de limpeza.

Corte & Raspagem
O efeito de raspagem visa destruir a estrutura organizacional da mandioca, para que assim minúsculos grânulos de amido possam ser desintegrados e separados da raíz da mandioca. O processo utiliza processos de corte aceitos internacionalmente.

Lavagem de Fibras
As pastas de mandioca diluídas são entregues a peneiras centrífugas verticais para lavagem. O amido de leite cru vem da peneira. Os materiais menores das peneiras são leite de amido cru os quais serão bombeados para o cyclone para retiragem de areia e refino. A fibra fina úmida será descartada do processo.

Separação de Proteína e Refino
Adoção de disco separador para refino e concentrado de amido de leite. O disco separador e o hidro-cyclone são conectados em série. A concentração de alimento no separador é de 5.5 ~ 6.5 ºBé. A saída do hidro-cyclone é de 18~21 ºBé.


Desidratação e Secagem do Amido
O amido de leite refinado utiliza descacador centrífugo para desidratação. O amido desidratado com umidade de 36% seca-se por meio de secagem instantânea. Após a secagem, o amido seco é resfriado e transportado à maquina de embalagem para embalo.

Projeto Referência:




Catálogo de produtos